Caso Varginha completa 13 anos


E a busca da verdade continua


O maior e mais impressionante caso ufológico de todos os tempos completou 13
anos nesta terça.
Foi no dia 20 de janeiro de 1996, no meio da tarde, que três jovens
moradoras da cidade de Varginha, no sul de Minas Gerais, viram uma estranha
criatura agachada quando cruzavam um terreno baldio, no caminho de volta
para casa. Sentindo o “clima” que se espalhava pela cidade, o ufólogo
mineiro e conhecido advogado de Varginha, Ubirajara Franco Rodrigues, se
lançou a pesquisa.

width=180

Os resultados da investigação, a que se uniram dezenas de pesquisadores de
todo o Brasil, é estarrecedor. O Exército Brasileiro, representado pela mais
próxima guarnição militar disponível, a Escola de Sargentos das Armas (ESA)
de Três Corações, capturou ao menos duas criaturas desconhecidas, bem como
os restos de um veículo de formato cilíndrico que fora avistado por dois
moradores de um sítio naquela madrugada.

width=200

A teia de “coincidências” que aconteceriam nos meses depois é assombrosa!
Nos dias 21, 22 e 23 de janeiro, uma anormal movimentação de veículos
militares teve literalmente centenas de testemunhas, não só por toda
Varginha e na já citada ESA, mas também, a partir do dia 23, na Unicamp e no
Centro Tecnológico da Aeronáutica em São José dos Campos.
No dia 1 de março, o então secretário de estado norte-americano, Warren
Christopher, chegava ao Brasil para assinar acordos de cooperação no setor
espacial. Em 2 de março o então administrador-geral da NASA, Daniel Goldin,
visitou as instalações do INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.
Em 29 de maio, em quase total sigilo, o Alto Comando do Exército se reúne
pela primeira vez fora de Brasília, em Campinas, para uma pauta que poderia
normalmente ser cumprida por oficiais de menor escalão.
Finalmente, em 6 de agosto de 1996, a NASA anuncia a descoberta de possíveis
fósseis de bactérias alienígenas, no meteorito marciano ALH 84001.

width=430

Em dezembro de 2007, os ufólogos ligados a revista Ufo, e membros da
Comissão Brasileira de Ufólogos, protocolaram na Casa Civil da Presidência
da República, em Brasília, o Dossiê Ufo Brasil, que aciona a lei
11.111/2005. O Dossiê pede o cumprimento da lei, e o imediato encaminhamento
para o Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro, dos documentos ufológicos
existentes em quaquer ramo ou repartição governamental, civil ou militar, e
que já tenha superado o prazo máximo de sigilo estabelecido pela lei, que é
de 30 anos para documentos ultra-secretos.
O Dossiê ainda pede o imediato rebaixamento e posterior divulgação dos casos
ainda mantidos sob sigilo, o que inclui o Caso Varginha.
Informações detalhadas sobre o caso podem ser obtidas em:

http://www.casovarginha.com.br

E as mais recentes informações sobre a tramitação do Dossiê Ufo Brasil podem
ser acompanhadas em:

http://www.ufo.com.br

Finalmente, se o mundialmente famoso Caso Roswell já foi explorado em
inúmeras produções da Ficção Científica, como Arquivo-X, Jornada nas
Estrelas: Deep Space 9, e Taken entre outras, o mesmo infelizmente ainda não
havia acontecido com o Caso Varginha.

width=218

Essa história, entretanto, começou a mudar com o lançamento, em outubro de
2008, do livro De Roswell a Varginha, de autoria de nosso co-editor Renato
A. Azevedo. Com uma trama investigativa que mistura mistério e conspiração,
o livro é um dos destaques do catálogo da Tarja Editorial, nova editora que
tem se especializado em literatura fantástica, e que promete muitos outros
lançamentos para 2009. Recomendamos uma consulta a nossas Dicas de Livros,
no link a esquerda, e para maiores informações o blog de nosso co-editor:

http://escritorcomr.blog.uol.com.br

Quanto aos 13 anos do Caso Varginha, a luta pela verdade continua!

Adicione seu comentário


Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *