Evento Arquivo-X do Aumanack

Aqui no Aumanack, se tem alguma coisa de que nos orgulhamos, é o fato de
sermos total, completa e absolutamente excers de carteirinha!
Podemos tranquilamente dizer que, se não fosse por Arquvio-X, dificilmente
teríamos até mesmo nosso site, o seu veículo de informação sobre
entretenimento, ciência, e cultura nerd em geral preferido!


Por isso, quando surgiu a oportunidade de realizar um evento dedicado a
Arquivo-X, não hesitamos sequer um instante! Então, no último dia 8 de maio,
a Livraria Cultura do shopping Bourbon Pompéia em São Paulo foi palco de
mais um evento do Aumanack. E um dos mais especiais de todos lá realizados,
com o tema  “A Verdade Ainda Está Lá Fora” homenageando aquela que sempre
será nossa série preferida!
Organizado por Alan Uemura, jornalista, professor e editor do site, e Renato
Azevedo, co-editor, engenheiro, escritor e consultor da revista UFO, o
evento foi um encontro de fãs da saudosa e clássica série. Da exposição de
memorabilia fizeram parte livros, revistas e DVDs relacionados, e do
bate-papo que tomou a maior parte do encontro o tema foi a grande influência
de Arquivo-X em todo o mundo do entretenimento de hoje.
Se hoje existe o fenômeno da absoluta adoração sobre seriados como
Supernatural, Smallville, Lost, Fringe, e até filmes como Harry Potter e a
saga Crepúsculo, foi destacado que, perto do que houve com Arquivo-X, que
deu início a tudo isso, os fenômenos atuais nem sequer se comparam.
Os participantes do debate, incluindo os organizadores e as integrantes do
grupo Sindicato do Fã Carine e Viviane, destacaram que várias séries,
incluindo Lost, Supernatural e Fringe entre inúmeras outras, não existiriam
se não fossem as aventuras de Mulder e Scully. Momentos clássicos e
engraçados da série foram lembrados, incluindo obviamente os embates entre
shippers e não shippers, além dos mais memoráveis episódios. Entre os
monstros da semana Tooms segue sendo o favorito de todos, e surgiu inclusive
a teoria de que o degustador de fígados não teria morrido. Já entre os
mitológicos, lugar de destaque nos corações e mentes excers é ocupado pela
magnífica trilogia Anasazi, Caminho da Cura e Operação Clipe de Papel. Que
por sinal já analisamos aqui no Aumanack.
Os vilões como Krycek e Canceroso, e até mesmo o Sindicato das Sombras,
foram lembrados com saudade, ainda mais forte quando se falou do Trio
Inseparável, Os Pistoleiros Solitários. Todos foram unânimes em condenar as
mudanças radicais que Chris Carter foi fazendo, em especial a partir da
quinta temporada. E na opinião dos presentes, são essas mudanças as
responsáveis pelos problemas com o segundo filme, e a remota possibilidade
de se realizar um terceiro aproveitando o tema do ano 2012.
Como realizar um filme, resgatando toda a rica mitologia de alienígenas e
conspiração que fez a fama de Arquivo-X, sem esses personagens inesquecíveis
e essenciais? A menos que Chris Carter escolha ignorar os eventos das
últimas temporadas. Quem sabe, uma direta sequência do primeiro filme, Fight
the Future?
Azevedo aproveitou para lembrar que foi Arquivo-X que mais o inspirou a se
tornar escritor, e seu primeiro livro publicado, De Roswell a Varginha
(Tarja Editorial), tem várias situações e personagens que remetem ao grande
clássico, evidentemente em roupagem mais atual e totalmente voltada a
realidade brasileira. Ele lembrou ainda as recentes liberações de documentos
por parte do governo e Ministério da Defesa brasileiros, descrevendo a
atuação dos militares com relação a casos de objetos voadores não
identificados, graças a campanha UFOs: Liberdade de Informaçã Já,  promovida
pela revista UFO.Alan ainda fez questão de destacar a importância
fundamental da soberba dublagem da série, lembrando a terrível dicção de
David Duchovny. Foi enfim um verdadeiro encontro de amigos como nos bons
tempos, e os pedidos foram insistentes para que os dois editores e excers de
carteirinha, Alan e Renato, organizem mais eventos dedicados a uma das
séries mais adoradas de todos os tempos: Arquivo-X!

Adicione seu comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta