Terceiro volume da HQ Aâma chega ao Brasil primeiramente em versão digital

aama

Parceria do Social Comics com a Editora Nemo disponibiliza a obra no streaming antes da publicação impressa

soco_2Os fãs brasileiros do quadrinista suíço Frederik Peeters e da série Aâma não precisam esperar mais. A obraAâma 3: O Deserto dos Espelhos, a terceira da saga, chega ao país por meio do Social Comics, streaming de histórias em quadrinhos. O lançamento faz parte da parceria entre a plataforma e a Editora Nemo.

Essa é a primeira vez que uma HQ consagrada internacionalmente é lançada no Brasil em sua versão digital antes da sua publicação impressa. A ação faz parte de um novo modelo de parceria entre as empresas para lançamentos de histórias em quadrinhos inéditas. Os dois primeiros volumes da série foram publicados pela Editora Nemo em 2014.

“O Social Comics é uma das startups brasileiras mais inovadoras dos últimos anos, principalmente por estar nas mãos de profissionais apaixonados pelo universo dos quadrinhos. Para nós, essa parceria é uma bela oportunidade de imaginar e propor projetos diferenciados, como o lançamento de Aâma 3 em exclusividade no digital. Temos muitos outros em mente. Aguardem!”, conta Arnaud Vin, gerente editorial da Editora Nemo.

Reconhecido na Europa, o suíço Frederik Peeters nasceu em 1974 e alcançou sucesso internacional com a obraPílulas Azuis, de 2001, vencedora do Polish Jury Prize no famoso festival Angoulême. Aâma, com quatro livros já publicados no continente europeu, também foi aclamada no mesmo evento em 2013 com o Prêmio de Melhor Série.

SOCO2.jpg

“O lançamento de uma HQ tão aguardada pelos fãs em sua versão digital em primeira mão mostra a preocupação que temos em levar conteúdo de qualidade para a comunidade crescente dos leitores de quadrinhos digitais”, complementa Marcelo Bouhid, diretor de marketing do Social Comics.

Além desta publicação exclusiva no mercado nacional, os assinantes também podem conferir mais de 2.500 histórias em quadrinhos no formato digital. Para ter acesso a todo acervo, basta assinar o Social Comics por R$ 19,90 por mês. A plataforma digital, lançada em 2015 e pertencente ao Omelete Group, tem o objetivo de fomentar a indústria nacional de Histórias em Quadrinhos, utilizando o mesmo conceito do Netflix, mas para HQs. Os usuários podem testá-la por 14 dias gratuitamente.

Sobre o Social Comics:

O Social Comics é uma plataforma de streaming de quadrinhos com um conceito similar à Netflix, que por um valor mensal de R$ 19,90 disponibiliza quase 2.500 histórias em quadrinhos no formato digital. A empresa nasceu em 2015 com obras antigas e inéditas de autores independentes, além de exemplares das maiores editoras do gênero do país, como a Devir, a JBC, a Mythos, a Editora Nemo, a Alto Astral, aMino e a Mauricio de Sousa de Produções, além da Dark Horse Comics, uma das principais editoras dos Estados Unidos. Em novembro de 2015 o Social Comics recebeu um investimento de R$ 2 milhões do Grupo Omelete, que planeja a internacionalização da plataforma para a América Latina e para os Estados Unidos.

Artigos relacionados

CCXP 2016 | Cobertura: Assassin Creed é destaque n... O Telecine está na Comic Con Experience 2016, a maior feira de cultura pop do mundo, que acontece entre 1° e 4 de dezembro, em São Paulo. #TelecineNaC...
CCXP 2016 | No aniversário de 30 anos de Os Cavale... Estúdio que também é responsável por Digimon, Sailor Moon e Dragon Ball realiza painel com Kozo Morishita, presidente da divisão de animação Ev...
CCXP | Colorista brasileira Cris Peter está confir... Cris Peter Profissional é a primeira brasileira indicada ao Prêmio Eisner e uma das convidadas da 3ª edição do maior evento de cultura pop da Améric...
CCXP 2016 | Encontre o Funko que falta na sua cole... Quatro lojas especializadas em gadgets nerds uniram-se para apresentar um dos estandes mais interessante do evento o Grupo FUN FACTORY. São e...
CCXP | Frank Miller, Evanna Lynch, Mark Pellegrino... Espaço no mezanino conta com convidados de peso para painéis com capacidade para 740 lugares São Paulo, dezembro de 2016 – O disputadíssimo Aud...

Adicione seu comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta