Diretora Laís Bodanzky fala de “Como Nossos Pais”


Posts Relacionados

EM VÍDEO DE MAKING OF, ATORES COMENTAM AS DIFICULDADES E SUTILEZAS DOS RELACIONAMENTOS FAMILIARES. FILME ESTREIA EM 31 DE AGOSTO

Acertos e erros permeiam o cotidiano de qualquer família. Em vídeo de making of de “Como Nossos Pais”, os atores Maria Ribeiro, Paulo Vilhena e Clarrisse Abujamra falam das expectativas e anseios de suas personagens. A diretora Laís Bodanzky também participa, revelando que a inspiração para o filme estava bem próxima a ela, em leituras de revistas, conversas com amigos e outras ações do cotidiano.

“Como Nossos Pais” será exibido neste sábado, 19 de agosto, na seleção oficial do Festival de Gramado, após ter estreado no Festival de Berlim e ter levado o prêmio de público no Festival de Cinema Brasileiro de Paris. O roteiro é assinado por Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi, e o elenco traz ainda Herson Capri, Felipe Rocha e Jorge Mautner, entre outros.

O filme é uma produção da Gullane e da Buriti Filmes em coprodução com a Globo Filmes. A distribuição é da Imovision. A estreia está marcada para 31 de agosto.

Rosa é uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações: como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Quanto mais tenta acertar, mais tem a sensação de estar errando. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma supermulher sem falhas nem vontades próprias. Rosa vê-se submergindo em culpa e fracassos, até que em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma.

Ficha técnica

Elenco: Maria Ribeiro, Clarisse Abujamra, Paulo Vilhena, Felipe Rocha, Jorge Mautner, Herson Capri, Sophia Valverde e Annalara Prates

Direção: Laís Bodanzky

Roteiro: Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi

Direção de Fotografia: Pedro J. Márquez

Direção de Arte: Rita Faustini

Montagem: Rodrigo Menecucci

Produtores: Caio Gullane, Fabiano Gullane, Debora Ivanov, Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi

Produtor Associado: José Alvarenga Jr.

Produção: Gullane e Buriti Filmes

Coprodução: Globo Filmes

Distribuição: Imovision

A diretora
LAÍS BODANZKY é uma renomada diretora de cinema que recebeu mais de 90 prêmios nacionais e internacionais.Seu primeiro filme de longa-metragem, o aclamado Bicho de Sete Cabeças participou da Seleção Oficial de Toronto e Locarno e venceu o prêmio de Melhor Filme em Biarritz, entre outros 45 prêmios nacionais e internacionais. Seu segundo longa, Chega de Saudade (coprodução com o Canal ARTE da França) venceu Melhor Filme no Festival Tous Écrans em Genebra e outros 20 prêmios no Brasil e no exterior. A estreia de seu terceiro filme, As Melhores Coisas do Mundo, aconteceu no Festival de Cinema de Roma. O filme ainda venceu como Melhor Filme no FICI Madrid e levou outros 18 prêmios em festivais no mundo todo.

Em 2012, Laís dirigiu um dos episódios do filme Mundo Invisível para a Mostra Internacional de São Paulo. O projeto contou com a participação de cineastas nomes como Wim Wenders, Manoel de Oliveira, Atom Egoyan, entre outros.Em 2015, dirigiu dois episódios da série PSI para a HBO. Seus próximos projetos cinematográficos são os longas Como Nossos Pais – selecionado para a Mostra Panorama Especial no 67ª Festival de Berlim – que será lançado no Brasil em agosto de 2017 e PEDRO – em fase de desenvolvimento.

A Gullane
Fundada em 1996, a Gullane é uma produtora de conteúdo para cinema e televisão com participação ativa no crescimento do audiovisual brasileiro. São mais de 40 projetos produzidos, sempre com o compromisso de unir o prestígio ao sucesso comercial. “O ano em que meus pais saíram de férias” de Cao Hamburger; a animação “Uma história de amor e fúria” de Luiz Bolognesi; a franquia “Até que a sorte nos separe” de Roberto Santucci; o drama “O lobo atrás da porta” de Fernando Coimbra e “Que horas ela volta?” de Anna Muylaert são alguns dos filmes realizados pela Gullane nos últimos anos. A produtora desenvolveu também projetos de séries, telefilmes e especiais de ficção e documentário em parceria com importantes emissoras. Entre eles, as séries “Alice” (HBO) “Extinções”(TV Brasil), “Fora de Controle”(Record) e “Resgate Animal”(Animal Planet).

O empenho em todas as etapas de realização permitiu à Gullane acumular mais de 200 prêmios em sua carreira, além de ter seus projetos nas seleções oficiais dos mais importantes festivais de cinema do mundo, como Cannes, Veneza, Berlim e o prêmio Emmy. Além das produções próprias, a Gullane amplia a carteira de projetos com parcerias importantes no Brasil e no exterior, com a venda de filmes brasileiros junto ao mercado estrangeiro e com a realização de coproduções internacionais.

A Buriti Filmes
Fundada no ano de 1997 em São Paulo – Brasil, a BURITI FILMES é uma produtora de conteúdo para cinema e televisão, liderada pelos cineastas Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi. Realizou os filmes Uma História de Amor e Fúria, As Melhores Coisas do Mundo, Chega de Saudade, Bicho de Sete Cabeças, Cine Mambembe, A Guerra dos Paulistas, Lutas.doc, Mulheres Olímpicas, Pare Olhe Escute, Educação.doc e Juventude Conectada. Possui mais de 120 prêmios nacionais e internacionais. Seus filmes foram exibidos nos cinemas de 6 continentes e vendidos para televisões em mais de 30 países, incluindo Canal Plus na Espanha e França, TV Arté na França e Alemanha, RAI na Itália, HBO na América Latina e TV Globo, ESPN, Globo News, Netflix e TVs Brasil, Arte 1, Canal Futura e Curta! no Brasil.

Atualmente finaliza Ex-pajé – doc drama rodado na Amazônia, desenvolve o longa-metragem de animação Viajantes do Bosque Encantando, o longa-metragem de ficção Pedro e a série para TV Guerras do Brasil.doc. Recentemente fez a estreia mundial do longa de ficção Como Nossos Pais no Festival de Berlim e prepara o seu lançamento no Brasil.

Luiz Bolognesi
Luiz Bolognesi escreveu e dirigiu o longa-metragem de animação Uma História de Amor e Fúria (2013), vencedor do prêmio Cristal de Melhor Longa Metragem em Annecy e em outros festivais ao redor do mundo. O filme foi distribuído e lançado nos cinemas em muitos países.

Como roteirista, escreveu os roteiros dos filmes Bicho de Sete Cabeças (2001), O Mundo em Duas Voltas (2006), Chega de Saudade (2007), Terra Vermelha (2008), As Melhores Coisas do Mundo (2010) e Amazônia, Planeta Verde (2014), que receberam prêmios de melhor roteiro da Academia Brasileira de Cinema, APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) e nos festivais de Brasília e Recife.

Em 2015, desenvolveu os roteiros dos longas-metragens: Elis, Bingo: O Rei das Manhãs e Como Nossos Pais – selecionado para a Mostra Panorama Especial no 67ª Festival de Berlim e com estreia no Brasil em 31 de agosto.

Como diretor, foi responsável pelo curta Pedro e o Senhor (1995) e co-dirigiu os documentários Cine Mambembe, O Cinema Descobre o Brasil (1999), A Guerra dos Paulistas (2002), Lutas.doc (2011), Educação.doc (2014) e Juventude Conectada (2015). Atualmente está em finalização do seu novo filme: Ex-pajé.

Desde 1996, ao lado da também cineasta Laís Bodanzky, Bolognesi coordenou os projetos de cinema itinerante e oficinas audiovisuais Cine Mambembe e Cine Tela Brasil, promovendo o encontro entre cinema e educação nas comunidades de baixa renda. O projeto já levou mais de 1.3 milhões de pessoas ao cinema em 759 bairros de todo o Brasil e produziu mais de 450 curtas de jovens moradores de periferias.

A Globo Filmes
Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 200 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, documentários, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, ‘Tropa de Elite 2’, ‘Minha Mãe é uma Peça 2’ – com mais de 9 milhões de espectadores -, ‘Se Eu Fosse Você 2’, ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, ‘Carandiru’ e ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.

Imovision
Distribuidora presente no Brasil há 25 anos, a Imovision vem se consolidando como uma das maiores incentivadoras do melhor cinema, tendo lançado mais de 300 filmes no Brasil.A distribuidora tem em seu catálogo realizações de consagrados diretores internacionais e nacionais, e filmes premiados nos mais prestigiados festivais de cinema do mundo, como Cannes, Veneza, Toronto e Berlim. Mantendo seu foco em títulos de qualidade, a Imovision foi a responsável por introduzir no Brasil cinematografias raras e movimentos internacionais expressivos, como o Movimento Dogma 95 e o cinema iraniano.

Artigos relacionados

Gillian Anderson recebe prêmio especial por The Fa... Não conseguimos fazer um título que melhor representasse o que você vai assistir a seguir. Os fãs da série Arquivo-X já sabem a algum tempo que a s...
Veja as primeiras imagens de 13 Reasons Why Série produzida por Selena Gomez é estrelada por Dylan Minnette e Katherine Langford   Baseado nos livros best-sellers escritos por Jay ...
Game of thrones | Vaza mais um episódio da série https://www.youtube.com/watch?v=uyROtNfiF9U&list=PLmuFyAWB4zYtPO0RZAWxp98pzP6IOqk3N Como diz o ditado, quando está zicado até .... Bem, além...
HBO | Segunda temporada de “O Hipnotizador” estrei... SEGUNDA TEMPORADA DE “O HIPNOTIZADOR”, SÉRIE ORIGINAL DA HBO LATIN AMERICA, ESTREIA EM 29 DE OUTUBRO, ÀS 23H Com roteiro original e exclusivo de Pa...

Adicione seu comentário


Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *