Posts Relacionados

A nova série do Canal Fox finalmente chegou para os fãs dos Mutantes. E ela está bem situada no universo cinematográfico de X-Men.

A história acontece ao mesmo tempo em que os X-Men e Irmandade de Mutantes estão desaparecidas, o que deixam os mutantes livres para serem caçados pela polícia e pelo Serviço Sentinela.

Para os que conhecem os quadrinhos, a menção ao nome Sentinela já dá calafrios. Para os que nunca viram nada das HQs irão perceber que é um grupo especial do Governo Federal que caçam mutantes e que o acontece com estes (mutantes), depois de capturados, ninguém sabe.

O primeiro episódio foi rápido, com uma apresentação da série e seus personagens. Um destaque para a atriz Jaime Chungque interpreta a mutante Blink. Ela em poucas cenas, já encanta a audiência. Sua personagem é cativante, com poucas frases, mas que mostra os limites dos poderes mutantes. O que serve de uma boa apresentação.

Os outros atores também são bons. O casal de irmãos na descoberta de seus poderes e os demais, como o Pássaro Trovejante, estão dentro de todo o contexto.

Uma pena que o roteiro esbarre em clichês, principalmente nos de Stephen King. Parece existir uma onda atual de filmes baseados em seus livros ou cenas adaptadas de algum filme do escritor. A história da descoberta dos poderes do jovem Andy, é muito parecido com de Carrie a Estranha. Até mesmo a cena do baile e tudo sendo destruído está ali. Pode ter sido apenas uma coincidência. Sendo ou não, a série não foge dos modismos de direções de suspense, com alguém correndo e tropeçando, carros que demoram a pegar entre outros.

Mesmo assim, o primeiro episódio é bom. Está dentro do apresentado como no filme Dias de um Futuro Esquecido. Por sinal, a série é do mesmo diretor, Bryan Singer. Desta maneira, ele se mostra coeso no que está fazendo.

Outro ponto negativo, é a mãe da família. A atriz Amy Acker, ficou a desejar. Sua personagem se restringe a ser apenas uma mãe perdida em meio a tantos poderes.

Como destaque, fica a personagem Lorna, conhecida como Polaris. Se na série da FX, temos o filho de Xavier, Legião, como personagem principal, aqui temos a filha de Magneto.

O que será do restante da série e se ela irá se fixar como um sucesso e uma ligação com os filmes, apenas os próximos episódios poderão dizer. Pelo menos Stan Lee já apareceu!

E que subam as cortinas! Até a próxima!

Compre o livro na amazon: bit.ly/estradaparayellowrose

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *