A premiada Cia Etc e Tal estreia JOÃO O ALFAIATE – UM HERÓI INUSITADO no Rio de Janeiro


Posts Relacionados

O novo espetáculo infanto-juvenil fica em temporada no Centro Cultural Justiça Federal de 29 de outubro a 19 de novembro

Depois de debutar em São Paulo (capital e interior) com incrível sucesso (cerca de 4.000 espectadores), a premiada companhia Centro Teatral e Etc e Tal tem data marcada para a estreia de “João, o Alfaiate – Um Herói Inusitado” no Rio de Janeiro, terra natal do grupo: será no dia 29 de outubro no Centro Cultural Justiça Federal, no Centro da Cidade, aos sábados e domingos, sempre às 16h, com ingressos a R$20 e R$10 (meia). Sob direção de Alvaro Assad, esta montagem traz para o palco um clássico dos irmãos Grimm. A peça infanto-juvenil fica em cartaz até o dia 19 de novembro.

Em cena, o trio de atores Alvaro Assad (Alfaiate), Marcio Moura (Rei) e Melissa Teles-Lôbo (Bobo da Corte) esmiúça a história de um Alfaiate que esbraveja para o mundo sua valentia ao matar sete insetos pousados em sua refeição, num reino onde seres fantásticos apavoram a Vila Central. A notícia se espalha até chegar ao Rei. Este, manda trazer o alfaiate, certo da existência de um grande herói, para a missão desafiadora de livrar o reinado dos diversos temidos, inesperados e surpreendentes problemas da realeza. Sem ter tempo de saber do que se trata, o Alfaiate se vê diante da missão. Distraído pela própria interpretação dos fatos e pela astúcia do Monarca, costura soluções nas situações diante das tarefas designadas para ele.

O Etc e Tal revisita de forma inventiva a obra “João Mata Sete” dos irmãos Jacob e Wilhelm Grimm. Este é o décimo espetáculo da companhia carioca, que faz chegar ao público uma profusão de cenas cômicas mesclando pantomimas e histrionismo verborrágico, cenas farsescas, truques de magia, uso de pinturas de arte com engenhocas cênicas, tudo para levar adultos e crianças ao mundo da alfaiataria que “costura” o inusitado herói. Mas para os pequenos, este é o sétimo espetáculo do grupo (o último foi ” O Maior Menor Espetáculo da Terra, de 2010) depois de sete anos de intervalo até a nova produção. “Não é à toa que o número 7 é o mais significativo para esse espetáculo e é o segredo da peça. Quem for assistir, entenderá”, brinca Alvaro Assad.

Em 24 anos de palco, pela primeira vez o trio contou com o estudo de visagismo, criado por Cleber de Oliveira, que transformou os atores através de recursos de maquiagem, cabelos e próteses. O cenário, um trabalho de produção artística de Raquel Theo, coloriu e formatou desenhos de Tarcísio Zanon pensados e laborados exclusivamente para concepção do grupo dessa “caixa de costura” repleta de surpresas. As telas de fundo teatrais, que foram tradição nos teatros da década de 40, fazem parte do ambiente. “Devido à complexidade da maquinaria cênica, nós demoramos em torno de um ano para armar o espetáculo, contando com a pesquisa de movimentação, direção de arte, material e encaixe da estrutura do cenário”, diz o diretor.

Jogando mais uma vez com a desconstrução romântica dos estereotipados “mundos das fadas” muito popularizada pelas animações cinematográficas, e mesclando diversas versões das histórias perpetradas pela literatura e tradição oral, os atores da Cia Etc e Tal desvelam de forma criativa o jogo entre a palavra, o gesto e a ludicidade temática do protagonista, convidando adultos e crianças a mergulhar num universo diferenciado da experiência teatral. Assad enfatiza o trabalho que permeou o grupo ao longo dos anos: “Nossa pesquisa sempre dialogou entre a triade Teatro-Mímica-Humor e diferentes abordagens estéticas”.

A peça é conduzida pelo trio de atores cômicos do Etc e Tal (Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo). Conta com a direção e preparação mímica de Alvaro Assad (diretor de todos os espetáculos do carioca Etc e Tal, assim como das cias paulistas LaMínima, em “A Noite dos Palhaços Mudos”, e Parlapatões, em “Os MeQueTreFe. A trilha original de Joaquim de Paula pontua toda trama mesclando onomatopeias, efeitos sonoros e melodias compostas para o desenho de cena (como em desenhos animados), onde pontuam e coreografam a ação. Os figurinos de Flavio Souza desconstroem as figuras de cena do tradicional e mergulham no universo onírico de sobreposição de tons neutros que fazem os corpos dos atores saltarem das telas. O desenho de luz de Aurélio Oliosi ambienta a cena e abusa da metalinguagem, convidando o público a ficar atento ao jogo teatral.

FICHA TÉCNICA
Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo
Atuação: Alvaro Assad como Alfaiate, Marcio Moura como Rei e Melissa Teles-Lôbo como Bobo da Corte
Direção e Preparação Mímica: Alvaro Assad
Música Original: Joaquim de Paula
Figurinos: Flavio Souza
Visagismo (maquiagem, cabelos e próteses): Cleber de Oliveira
Desenho de Luz: Aurélio Oliosi
Desenho de Arte (Painéis do Cenário): Tarcísio Zanon
Colorização dos Paineis do Cenário e Arte Cenográfica: Raquel Theo
Cenotécnia e Adereços: Rafael Bis Bis e Raquel Theo
Assistência de Figurinos e Cenários: Anna Fernanda
Bonecos de Espuma: Marcos Monte
Mini cases de Proteção para Adereços e Visagismo: Arise Assad.
Operação de Luz e Som: Fernanda Sabino
Apoio Operacional, Montagem e Registro: Levi Leonardo
Produção Executiva: Lu Altman
Assessoria de Imprensa: Alexandre Aquino (21- 988423199 | aquino.alexandre@gmail.com )
Livre inspiração da obra recolhida pelos Irmãos Grimm “João Mata Sete”
Realização: Centro Teatral e Etc e Tal (Almamel Produção Cultural Ltda)

Serviço:

“João o Alfaiate – Um herói inusitado”
Estreia para o público no dia 29 de outubro (domingo)
Com a Cia Teatral Etc e Tal – Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo
Local: Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro)
Data: Sábados e domingos, de 29 de outubro a 19 de novembro
Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo
Direção: Alvaro Assad
Estreia para público: DOMINGO dia 29 de outubro
Horário: 16h
Duração: 50 minutos
Capacidade: 142 lugares
Ingresso: R$ 20 inteira / R$10 meia-entrada
Classificação etária: Livre (Indicado acima de 05 anos)
Telefone: (21) 3261-2550
Funcionamento: Terça a domingo, do meio-dia às 19h.

SOBRE O ETC E TAL

Ao longo dos 24 anos o ETC E TAL é reconhecido nacionalmente pelo rigor técnico e pela elaboração e aprofundamento de sua “linguagem de cena” que originou a montagem de 9 espetáculos que integram até hoje o repertório: Fulano & Sicrano; Victor James; Onipotência do Sonho; De Férias no Sítio; O Macaco e a Boneca de Piche; No Buraco; Branca de Neve; Draguinho; O Maior Menor Espetáculo da Terra.

Os espetáculos têm bases temáticas distintas entre si e ancorados no profundo domínio da interpretação. Em comum evidenciam a matriz focada na comicidade física e rigor estético. Com um repertório voltado para diferentes tipos de público: adultos, crianças e jovens, sempre ampliando o alcance da linguagem e prezando pela excelente comunicabilidade com o espectador.

O ETC E TAL é um dos poucos grupos brasileiros de trabalho continuado que investe nas inúmeras possibilidades da mímica, que tem conseguido aliar pesquisa artística e auto sustentabilidade no cenário teatral nacional, imprimindo uma linguagem própria e aprofundada sobre a mímica e a comicidade, sem perder o que mais se preza no fazer teatral: a relação empática com a plateia.

Por ser uma técnica pouco difundida e de grande rigor estilístico, o ETC E TAL tem conquistado o respeito e a admiração de público e crítica por todo país como um núcleo artístico que alia virtuosismo, presença cênica e contemporaneidade no seu fazer teatral.

Em 2014 recebeu do Prêmio Zilka Sallaberry de Teatro Infantil, o mais tradicional do segmento, a menção honrosa pelos 20 anos de trabalho contínuo no teatro infantil utilizando como base a linguagem da mímica.

Adicione seu comentário


Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *