Posts Relacionados

Empresas brasileiras ganham muitos prêmios na GDC 2018

www.abragames.org

Portfolio das Empresas: https://goo.gl/Yp7Mgx

Reel Delegaçãohttps://youtu.be/JvPYg8lz_ro

As empresas brasileiras estão cada vez mais sendo reconhecidas pelo mercado global de games. Os desenvolvedores que participaram da GDC 2018 voltaram ao Brasil esta semana com muitos prêmios e a certeza de que estão trilhando o caminho certo. O estande brasileiro teve grande fluxo de visitantes, entre eles o Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, que pela primeira vez esteve no evento em São Francisco, para prestigiar o setor.

Este ano, o Brasil enviou o maior grupo que já participou da GDC, com 44 empresas e mais de 120 profissionais do Brasil. Esta participação em eventos internacionais é uma iniciativa do Projeto Brazilian Game Developers (BGD), parceria da Abragames com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Os desenvolvedores brasileiros voltaram da GDC 2018 com muitos prêmios. Entre eles podemos citar que o game Relic Hunters Legend, da Rogue Snail, foi o grande vencedor do GDC Pitch; novamente a Rogue Snail, e a Bad Minions, ganharam Menções Honrosa na GDC Play; o game Plushie Mania, da Gazeus Games, foi exibido no estande do Facebook, e o Viking Days, da VR Monkey, no estande da Intel.

“Em 2017 tivemos o Kickstarter bem-sucedido e um investimento da empresa sul-coreana GTR. Esse ano já começamos ganhando o edital da Ancine no Brasil e com a premiação na GDC no exterior”, comemora Marco Venturelli, CEO e Presidente Criativo da Rogue Snail.

Segundo ele, a premiação na GDC abriu muitas portas.

– É um reconhecimento da qualidade e potencial do nosso trabalho, e trouxe muitos investidores e publishers para nosso estande. Foi uma validação de nossa visão e dos nossos esforços. Projetos de jogo demoram anos, e durante toda essa caminhada da Rogue Snail a BGD e a Abragames foram fundamentais; nossa presença na GDC só foi possível graças ao Projeto BGD. Além disso, os investidores estrangeiros veem com bons olhos o interesse do Governo Brasileiro no setor de jogos, acrescenta Venturelli.

Esse apoio governamental foi demonstrado com a presença da comitiva de representantes do Governo Federal, composta pelo Ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão, Christian de Castro, presidente da Ancine, Luciane Gorgulho, Chefe do Departamento de Economia da Cultura do BNDES, e Igor Germano, da Divisão de Promoção do Audiovisual do Ministério das Relações Exteriores, participou da GDC pela primeira vez.

“Nós quebramos todos os recordes possíveis na GDC este ano; 19 empresas apresentaram seus projetos na GDC Play, superamos nossas marcas históricas, e a vitória da Rogue Snail no GDC Pitch mostra que a indústria brasileira de games tem a capacidade e o poder de competir com todos os principais mercados do mundo,” declarou Sandro Manfredini, presidente da Abragames, e concluiu: “Nosso objetivo é continuar crescendo, ano após ano.”

Sobre a GDC

 

A GDC é o maior evento da indústria de Games, totalmente voltada ao público profissional, com palestras, exposição e mercado. O Brasil tem participado em peso – e este ano foi especial por conta dos grandes sucessos nacionais apresentados por lá.

Conheça mais sobre as empresas que participaram do evento logo abaixo:

Reel da Delegaçãohttps://youtu.be/JvPYg8lz_ro

Portfolio das Empresas: https://goo.gl/Yp7Mgx

Sobre a Abragames

Criada em 2004 por um grupo de empresas de desenvolvimento, a Abragames, Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais, surgiu como uma entidade sem fins lucrativos e com o objetivo de fortalecer a indústria nacional de desenvolvimento de jogos. A Abragames é uma associação de desenvolvedores para desenvolvedores. Os principais objetivos da Abragames são organizar, coordenar, fortalecer e promover a indústria brasileira de jogos digitais através da representação e interlocução do ecossistema nacional e internacional, construindo um entendimento de todos os elementos de nossa cadeia de valor, bem como a promoção de eventos e parcerias que tragam ao estado da arte o desenvolvimento da indústria de jogos no Brasil.

Sobre o Projeto BGD

O BGD, Projeto Setorial de Exportação Brazilian Game Developers, é um programa sem fins lucrativos, criado pela Abragames em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com o objetivo de fortalecer a indústria brasileira de jogos digitais, capacitando e criando novas oportunidades de negócios para as empresas brasileiras no mercado internacional. A Apex-Brasil tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. A Agência apoia mais de 12 mil empresas de cerca de 80 setores da economia, que exportam para mais de 200 mercados.

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *