Posts Relacionados

O Nome da Morte“, escrito e dirigido por Henrique Goldman (Jean Charles),  estreia nos cinemas 02 de agosto. O filme é protagonizado por Marco Pigossi, e reúne no elenco André Mattos, Fabiula Nascimento, Matheus Nachtergaele e Martha Nowill. O longa, que teve sua estreia mundial no Festival do Rio de 2017 e também passou pela 41a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

O filme é livremente inspirado no livro homônimo do jornalista Klester Cavalcanti, que conta a história real de Júlio Santana, um matador de aluguel que confessou ter assassinado 492 pessoas. Os crimes foram cometidos ao longo de mais de vinte anos de pistolagem e ele passou apenas uma única noite preso. A maior parte do tempo, Santana escondeu a vida de pistoleiro da mulher e do filho. Com roteiro assinado por George Moura (Redemoinho, Getúlio e Linha de Passe) e por Goldman, a adaptação cinematográfica revela a ambiguidade da trajetória de Santana, um jovem de uma família pobre e religiosa, que se tornou um matador frio e ao mesmo tempo dedicado e carinhoso com a família.

O Nome da Morte” é uma produção da TvZERO, em coprodução com a Globo Filmes e Telecine, patrocinado pela Riofilme, com distribuição da Imagem Filmes. A fotografia assinada por Azul Serra contrapõe a beleza do Parque Nacional do Jalapão e o mundo violento e inquietante da pistolagem em Palmas, Tocantins. A música foi composta pelo britânico Brian Eno.

Sinopse

Júlio (Marco Pigossi) é um jovem que vive com a família no interior do Brasil. Por lealdade ao tio Cícero(André Mattos) Júlio mata pela primeira vez. Descobre então uma perturbadora vocação que irá se transformar em ofício. Homem carinhoso, Júlio se casa com Maria (Fabiula Nascimento). Religioso é atormentado a cada disparo, mas segue adiante enquanto vive um mergulho num país sem lei, onde cada vida tem seu preço, mas nenhum valor. “O Nome da Morte” é baseado em fatos reais.

Elenco

Marco Pigossi ‐ Julio Santana

Fabiula Nascimento ‐ Maria

André Mattos ‐ Cícero

Matheus Nachtergaele ‐ Luciano

Martha Nowill ‐ Alzimara

Tony Tornado ‐ Genésio

Augusto Madeira ‐ Adilson

FICHA TÉCNICA:

Direção e roteiro: Henrique Goldman

Produção: Roberto Berliner e Rodrigo Letier

Produtor Associado: Fernando Meirelles

Roteiro: George Moura

Baseado no Livro O NOME DA MORTE de Klester Cavalcanti

Trilha Sonora Original: Brian Eno

Direção de Fotografia: Azul Serra

Direção de Arte: Tiago Marques Teixeira

Montagem: Livia Serpa

Produção Executiva: Rodrigo Letier e Leo Ribeiro

Direção de Produção: Henrique Castelo Branco e Ricardo Karam

Coordenação de Pós-produção: Anna Julia Werneck

Som Direto: Cristiano Maciel

Desenho de Som e Mixagem: Ricardo Cutz

Figurino: Valeria Stefani

Maquiagem: Auri Alex

Assistência de Direção: Marcela Lordy

Produção de Elenco: Renata Kalman

Produção: TvZERO

Coprodução: Globo Filmes & Telecine

Patrocínio: Riofilme

Apoio & Investimento: BRDE, Fundo Setorial do Audiovisual e ANCINE

Distribuição: Imagem Filmes

Sobre o diretor

Nascido em São Paulo, Henrique mudou‐se para Londres em 1992 onde fundou a Mango Films. Na Guatemala, realizou seu primeiro longa‐metragem, I xcan (1998). Realizou também os filmes Princesa (Festival de SundanceEdinburgo e Rio de Janeiro) e Jean Charles (Festival de Toronto).

Sobre o autor e o livro

O jornalista Klester Cavalcanti já trabalhou em algumas das maiores publicações do Brasil, foi finalista do Natali Prize, o mais importante prêmio de jornalismo de Direitos Humanos do Mundo, promovido pela União Europeia e pela Federação Internacional dos Jornalistas e ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria Livro‐Reportagem. Para escrever O Nome da Morte foram sete anos de trabalho e conversas com o seu biografado.

Sobre a TvZERO

Produtora inicialmente focada na produção de documentários e vídeos musicais, a TvZERO incorporou vários segmentos e agora se concentra exclusivamente na produção de conteúdo cinematográfico, TV e novas mídias, prezando sempre pela variedade de conteúdo e pelo alto valor de produção.

Os trabalhos mais destacados da TvZero foram o longa-metragem de ficção “Nise – O Coração da Loucura” (Roberto Berliner), lançado em 2016, levando 153 mil espectadores aos cinemas e mais de 20 prêmios em festivais internacionais como o de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Tóquio, e o filme Bruna Surfistinha (Marcus Baldini) com mais de 2 milhões de espectadores no Brasil. Na TV, foram as séries “Histórias de Adoção” (Roberto Berliner e Pablo Francischelli), “Eu Sou Assim” (Duda Vaisman e Calvito Leal) e “Eu, Adolescente” (Roberto Berliner, Chris Alcazar e Vitor Leite) veiculadas no canal GNT e #mechamadebruna cuja terceira temporada irá ao ar esse ano na Fox Premium. Em 2017, a produtora lançou o filme “Gabriel e a Montanha” (Fellipe Barbosa), vencedor de dois prêmios na Semana da Crítica no Festival de Cannes e em 2018 lançará “O Nome da Morte” (Henrique Goldman) e as coproduções “Benzinho” (Gustavo Pizzi) – abertura do Festival de Sundance – e “A Familia Submersa” (María Alche).

Vamos falar mais sobre o Superman

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments