Posts Relacionados

A Capitão Marvel é capa da nova edição da Entertainment Weekly, e edição mostra as primeiras fotos exclusivas sobre a piloto da Força Aérea Brie Larson que se tornou heroina intergaláctica.

Os fãs somente dos filmes conheceram Carol Danvers apenas como a misteriosa pessoa que Nick Fury (Samuel L. Jackson) enviou uma mensagem na última cena de Vingadores Guerra Infinita, e ela talvez aparecerá em Vingadores 4, presumivelmente para ajudar a derrotar Thanos. Mas antes disso, ela terá sua própria história para contar – e a revista Entertainment Wekly tem todas as informações exclusivas em seu próximo filme solo.

Quando o Capitão Marvel chegar aos cinemas em 8 de março de 2019, será o 21ª filme do universo Marvel ou MCU – e a primeira a estrelar uma super-heroína solo. Na última década, o MCU montou uma linha diversificada de heroinas femininas. Mas nunca antes uma mulher encabeçou sua própria história – até a Capitã Marvel, que fez sua estréia em 1968 com ainda o nome de Miss Marvel.

“Ela não pode deixar de ser ela mesma”, diz Larson a atriz que interpreta a personagem à EW. “Ela pode ser agressiva, e com temperamento forte e invasiva. Ela também é rápida veloz, o que a torna incrível em batalha porque ela é a primeira a entrar em combate e nunca espera por um ordens o que para alguns é uma falha de caráter. ”

A edição da revista mostra Carol em algum lugar entre a Terra e o céu – um lugar apropriado para um herói que está tentando descobrir como conciliar suas habilidades alienígenas com suas falhas mais humanas. Dirigido por Anna Boden e Ryan Fleck, o Capitão Marvel evita o modelo tradicional de história da origem e, quando começa, Carol já tem seus poderes. Ela deixou sua vida terrena para trás para se juntar a uma equipe militar de elite de Kree chamada Starforce, liderada pelo enigmático comandante de Jude Law.

Mas, em pouco tempo, Carol se encontra de volta à Terra com novas perguntas sobre seu passado. E ela tem um inimigo formidável na forma dos Skrulls – os notórios vilões da Marvel tornam-se ainda mais perigosos pelas suas habilidades de mudança de forma. Ben Mendelsohn interpreta seu líder Talos, que lidera uma invasão da Terra por Skrull.

Falando da Terra, o Capitão Marvel acontece em meados dos anos 90, muito antes de Steve Rogers ser descongelado ou Tony Stark ter construído seu primeiro traje. Isso permite que o filme introduza uma versão mais jovem de rostos familiares da Marvel – como Nick Fury, de Jackson, que ainda um jovem membro da S.H.I.E.L.D., deixando toda a oportunidade para ela construir seu espaço dentro do MCU.

“Este não é um super-herói que é perfeito ou de outro mundo ou tem alguma conexão divina”, diz Boden, que é a primeira diretora feminina do MCU. “Mas o que a torna especial é o quão humana ela é. Ela é engraçada, mas nem sempre conta boas piadas. E ela pode ser teimosa e imprudente e nem sempre toma as decisões perfeitas para si mesma. Mas em seu núcleo, ela tem tanto coração e muita humanidade – em toda a sua confusão. ”

 

A revista promete também publicar mais detalhes sobre a produção em breve.

 

 

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments