Posts Relacionados

WiFi Ralph: Quebrando a Internet

Quando “Detona Ralph” estreou dia 2 de novembro de 2012, converteu-se na melhor bilheteria do fim de semana de estreia da história de um filme da Walt Disney Animation Studios na época do lançamento, e esta continuação com certeza não fará por menos.

Tudo começa quando o bondoso mais atrapalhado Ralph tenta ajudar a sua amiga Vanellope  criar novas fases para o seu game, causando um acidente.

Depois disso eles são obrigados a viajar no mundo da internet para resolver o problema.

Senti uma nostalgia com esse filme, me lembrei de um outro clássico da Disney, o filme TRON de 1992 quando a maioria da população não sabia nem o que era um hard disk.

Para muitos na época foi bastante complicado entender a trama daquele clássico. E estamos nós, mais de 25 anos depois, assistindo uma animação mais ou menos com os mesmos princípios do clássico, mostrando como os programas funcionam na web, de uma maneira quase que literal.

O filme é uma viagem entre pixels e cores, a textura é incrível e é interessante observar como os criadores preservaram a característica principal de cada personagem, sejam eles mais simples com leves pulinhos nos pixels e até os mais complexos e em alta resolução como a personagem Shank originalmente dublada por Gal Gadot.

Não posso deixar de acrescentar uma outra curiosidade, não sei se intencional ou não, sobre Shank.

Ela é uma piloto de corridas radicais dentro da web, o que me fez lembrar bastante alguns momentos de Velozes e Furiosos 7, curiosamente com a participação de Gal Gadot no elenco.

 

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

“Shank” you so much for that introduction Vanellope! So excited for you all to #MeetShank when #ralphbreakstheinternet comes to theaters November 21st. 🏁🏁

Uma publicação compartilhada por Gal Gadot (@gal_gadot) em

 

Mas essa não foi a única participação especial. Durante algumas passagens no cenário podemos ver um leque de patrocinadores alucinante, mesmo em animação, além dos convidados especiais dos licenciados Disney, – destaque para todo o arco das princesas. (confira o vídeo).

 

As crianças com certeza vão amar essa nova animação e os adultos vão se divertir bastante, apesar de alguns problemas, de novo, na onda emocional apresentada no filme.

Temos um começo tranquilo, subindo para incríveis momentos de ação e muito divertidos, mas de maneira abrupta como uma montanha russa descemos para uma cena bastante triste com um personagem querido, em um dos momentos mais surreais do filme que me causou uma certa apreensão, é claro que tudo é resolvido em seguida, como deve ser, mas sem um final realmente conclusivo.

É um pouco complicado tentar explicar tudo isso sem dar os famosos spoilers, o que faz WiFi Ralph melhor que o anterior mas ainda não tão perfeito como merecia, mas não deixando de ter o seu valor. Recomendo.

Com direção de Rich Moore (“Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”, “Detona Ralph”) e Phil Johnston (corroteirista de “Detona Ralph”, “Um Negócio Nada Seguro”, corroteirista de “Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”), e produção de Clark Spencer (“Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”, “Detona Ralph”, “Bolt – Supercão”), “WiFi Ralph” chega aos cinemas do Brasil no dia 3 de janeiro de 2019.

 

O integrantes da banda aparecem no vídeo que se passa no fliperama inspirado na animação (fique de olho nos Easter Eggs da Disney). No filme, o vilão dos videogamesRalph enfrenta dificuldades na evolução de sua amizade com a destemida Vanellope von Schweetz. De acordo com o líder da banda, Dan Reynolds, os temas emotivos do filme também se refletem na música. “Eles nos cativam porque são reais para cada um de nós, pessoalmente”, afirma Reynolds. “Essa jornada de sentir-se como um nada e tentar reconhecer seu valor como ser-humano é uma parte importante da vida. Devido a versão distorcida da realidade que as crianças enfrentam no ambiente virtual e todas as expectativas que a acompanham, essa luta é real para muitas pessoas agora.”

Dave Meyers é responsável pela direção do videoclipe. Meyers foi premiado recentemente no Video Music Awards na categoria vídeo do ano (“Havana” by Camila Cabello ft. Young Thug), melhor video pop (“No Tears Left to Cry” by Ariana Grande) e melhores efeitos visuais (“All the Stars” by Kendrick Lamar ft. SZA).

“Zero” também estará na trilha sonora original do filme pela Walt Disney Records — o álbum digital estará disponível em 16 de novembro. WiFi Ralph estreia em 3 de janeiro de 2019 no Brasil.

Compre o livro na amazon: bit.ly/estradaparayellowrose

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments