Doraemon começou como uma série de mangá escrita por Fujiko F. Fujio. O mangá tem uma longa história, com sua publicação em série começando em 1969. Ele foi massivamente produzida em muitas revistas de mangá para crianças pequenas, e continuou até que o autor faleceu em 1996. A transmissão da série de anime continua até hoje, mesmo após o lançamento da série para TV e a morte de seu autor. Um novo filme de Doraemon também foi lançado todos os anos desde 1979. Não é exagero dizer que para muitas crianças japonesas, Doraemon é a primeira série de anime que eles assistem.

A maioria dos episódios de Doraemon são humorísticos, com lições morais a respeito dos valores tais como a honestidade, a perseverança, a coragem, a família e o respeito (ensinando as crianças a distinguir entre o certo e o errado de uma forma divertida). Várias questões relacionadas ao meio ambiente,aparecem nas histórias, como espécies em via de extinção, o desflorestamento, e a poluição.



3) Em 2013 – Doraemon foi escolhido para ser o Anime embaixador para a primeira candidatura para sediar as Olímpiadas de Tokyo 2020;

4) Em 2008 – o personagem Doraemon foi eleito pelo Ministério das Relações Exteriores o primeiro personagem-embaixador do animê, e sua função será a de visitar outros países, com a função de divulgar a cultura japonesa. Seu propósito será o de ensinar as pessoas de outros países, as diferenças culturais do Japão e sua História.


A primeira vez que o anime de 1979 foi transmitido no Brasil foi em outubro de 1992 pela TV Manchete no programa Clube da Criança apresentado pela Angelica. Em 2014 a Sato Company, empresa responsável pela distribuição de Naruto e Clube Winx, retomou o projeto de adaptá-lo e trouxe o anime de 2005. Com isso o canal iniciou o desenvolvimento de sua exibição e dublagem ao longo do ano, sua dublagem foi feita no estúdio Zatras com elenco de Layra Campos (Nobita), Carol Valença (Doraemon) e Caio Guarnieri (Gian). A estreia ocorreu em 10 de dezembro de 2014 no Netflix. Apesar de ser uma dublagem da versão japonesa os nomes dos protagonistas foram trocados pela versão adaptada nos Estados Unidos, Nobita passou a ser chamado de Noby, Shizuka de Sue, Gian de Big G e Suneo de Sneech. A versão de 2005 irá estrear dia 1 de Janeiro de 2019 no bloco Verão Animado da Rede Bandeirantes.

Curiosidades:

1) Em 2017 – Doraemon e outros personagens de mangá serão utilizados para educação das crianças sobre ética – eles serão integrados ao currículo do ensino fundamental a partir de 2018 para ensinar às crianças “como se comportar com os outros” e refletir sobre suas escolhas.

2) Em 2016 – Doraemon foi um dos convidados para a apresentação japonesa durante a Cerimônia de Encerramento dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, quando cria uma tubulação para que o então premiê japonês Shinzo Abe, trajado como Super Mario Bros, pudesse chegar ao Rio de Janeiro a tempo;

Leia mais  Destaques de Programação do GNT de de 06 a 11 de Maio

“ Utilizando-nos da figura do Doraemon, esperamos que as pessoas de outros países conheçam melhor o Japão e se interessem pelos nossos animês ” disse Yuko Hotta, um dos funcionários do Ministério.

5) Em 2002, o personagem de anime foi aclamado como um herói asiático em uma reportagem especial conduzido pela revista Time Ásia.
 

O persongem, criado pelo cartunista Fujiko F. Fujio (pseudônimo) veio do século 22 para ajudar um garoto, através da Dokodemodoa ( porta-para-qualquer-lugar), que o permite ir para qualquer lugar no tempo e no espaço e utiliza-se de variados apetrechos em sua bolsa para tirá-los das mais inusitadas situações. Para se ter uma idéia, ele é tão influente na cultura infantil japonesa, quanto a Turma da Mônica é no Brasil.

Compre o livro na amazon: bit.ly/estradaparayellowrose

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments