Livro | Resenha Estrada para Yellow Rose

07/02/2020 Off Por Natan Uemura
Amanda Nobel

Estudante de Marketing, jogadora de Minecraft, romântica e amante de livros

Sou uma grande devoradora de livros, apaixonada por fantasia e terror. Comecei lendo Harry Potter e Percy Jackson e não parei mais.

Confesso que literatura nacional não era o meu forte até pouco tempo, quando o meu pai me deu da escritora Surya.

Na hora torci o nariz, pois sabem como é, temos a natureza que achar algo mais ou menos se não foi um amigo que indicou. Sempre ficamos com aquela sensação que é meio arriscado arriscar.

Meu pai me alertou que “antigamente” antes da era da internet tudo era um risco e devido a isso grande obras foram descobertas como um grande tesouro.

Bem, eis que me arrisquei e não consegui parar de ler esse livro incrível.

Não sou grande amante de histórias hot, apesar de ser uma romântica em condicional. Li de tudo, livros com anjos e de reencarnação de personagens foram a minha última tendência literária, como eu disse antes, adoro livros com conteúdo misterioso, com tendência ao sobrenatural.

Bem, sem mais delongas, é aí que o primeiro livro da saga, me pegou de jeito.

O começo lembra aqueles filmes com conteúdo sobrenatural, com crimes misteriosos e tudo o mais. Adorei. Dali para frente, eu não consegui parar de ler.

Fui me envolvendo com a , e achei super legal ela não ser uma adolescente com comportamento de adulto sabe. E também amei algumas cenas em que a dá uma apimentada em algumas cenas, tipo, gente como a gente.

E nesse livro (com um leve spoiler), temos de tudo, romance, terror, fantasia, até um pouco de fantasia e comédia. Gente, temos de tudo.

Agora antes de ir embora, deixe eu falar um pouquinho dos homens desse livro. O que foi aquilo. Temos o protagonista que dá vontade de guardar em um potinho, esqueçam esses protagonistas que vivem no divã, ele sofre, tem sentimentos, mas dá volta por cima e é incrível, temos também o Lion Carmine que é um ser incrível e fora da caixinha ao estilo dele e o Admus que é o grande mentor da turma. Mas não é um velho como o Dumbledore ou o Gandalf. Eu acredito que ele está mais pra Thorin, forte e corajoso.

Ah, não posso esquecer do Kaill e do Peninha. Os dois fofíssimos do livro. Quero eles para mim, aqui do meu lado.

Eu poderia falar muito mais sobre esse livro, mas daí eu vou estragar a sua surpresa. A ideia é que você viagem com a autora para esse universo fantástico. Eu vou ler ainda os dois próximos livros que são menores, mas devem ser tão incríveis também.

Bem, acho que é só isso.

Vou aproveitar o espaço aqui do Aumanack e agradecer a oportunidade em deixar o meu recado, eu não tenho site e queria muito deixar a minha resenha.

E aproveitem para ler as outras críticas do livro, todo mundo está amando.

Vá até o site oficial e procure no menu RESENHAS. Tem algumas lá.

Visite também a página do facebook.