Posts Relacionados

Lançamento de os Cavaleiros do Zodíaco em BluRay
Foto: Alan Uemura / Aumanack

A relação dos fãs de Cavaleiros do Zodíaco é algo muito, mas muito especial. Os fãs são apaixonados desde 1994. A franquia foi adquirida por Eduardo Miranda e os direitos da exibição dos animes foram para a extinta Rede Manchete, e mesmo depois de anos, os fãs não perderam o fôlego, fato que ocorre até os dias de hoje, praticamente duas gerações depois.

E não somente pelo carisma dos personagens, mas principalmente pelo excepcional trabalho dos dubladores, que são a alma brasileira de Seiya e cia.

Um trabalho tão reconhecido e amado pelos fãs que elevou ao nível máximo (olha o Cosmo), a qualidade e a excelência da dublagem brasileira.

Os fãs reconhecem isso e possuem muito mais do que um carinho por estes profissionais que estão há anos se dedicando a esse trabalho, sempre participando de eventos, palestras e tudo o que é relacionado ao anime. Ou seja, não existe Seiya sem Hermes, ou Saga de Gêmeos sem Gilberto Baroli.

Antes da exibição dos episódios remasterizados, do lado de fora no hall do cinema Playarte em São Paulo, no Shopping Center 3, fãs de todas as idades (leia-se mais adultos que crianças), trocavam figurinhas dos CDZ e jogavam YuGiOh nas mesas da praça de alimentação. Algo tão descontraído e divertido que nos arrependemos de não ter levado nosso álbum.

Na programação do cinema PlayArte, rede de cinemas brasileira, estava programado a exibição de quatro episódios remasterizados — dois do anime clássico, “As lendas de uma nova era” e “Quando Seiya veste a Armadura de Pégaso”, e dois da série Ômega, “Uma nova Armadura de Pégaso!” e “Queime as Chamas da Sua Alma!” — a partir das 16h.  Os fãs vão puderam levar para casa também um mini pôster da franquia, além de adquirir por R$ 20,00 um pote de pipocas personalizado.

Mas não era somente isso, o evento contou com a presença do dublador Gilberto Baroli (75 anos, que interpreta a voz de Saga, Kanon, Docrates, Babel e mais), e da banda Danger3, que interpreta as músicas de abertura e encerramento nacionais do anime. Como curiosidade para os mais antigos, Gilberto era a voz do Robô de Perdidos no Espaço, o que mostra a experiência deste grande dublador.

Foto dos dubladores em 2014, na Playarte, no lançamento com os fãs.

A sessão tinha como objetivo divulgar o lançamento dos BluRays das duas sagas remasterizadas que chegarão ao mercado em breve, mas a surpresa não parou por aqui.

As pessoas estavam ansiosas pelo início da sessão que atrasou alguns minutos, e para nossa surpresa (e espanto) a assessoria informou para as centenas de fãs dentro da sala que infelizmente Gilberto não poderia comparecer, como aconteceu nas últimas sessões que começaram às 16 horas (a nossa era das 19:30), devido a um mal súbito.

“Infelizmente Gilberto Baroli passou mal a uns 10 minutos atrás e já foi atendido pelos médicos aqui do local. A notícia que tenho até agora é que ele está bem, mas infelizmente ele não vai poder se apresentar como nas exibições anteriores, espero que compreendam”

Ficamos quietos e preocupados com o Gilberto e desejamos uma ótima recuperação.

Iniciou-se o filme, os fãs cantaram juntos a música tema, afinal são os fãs de CDZ. Menos de 5 minutos depois do início do episódio As lendas de uma nova era, a projeção foi pausada, as luzes acesas, e a assessoria retornou com novas notícias.

“O Gilberto está bem melhor, ele se recusou ir embora sem antes passar aqui e falar com vocês.”

Ficamos surpresos e gratos pelo carinho que ele teve conosco nesse momento tão delicado. A produção arrumou o microfone e entregou a ele.

“Eu não poderia ir embora sem ao menos vê-los mais uma vez, nem que se eu estivesse morto, vocês são meus amigos, espalhados em vários cantos, eu preciso visitá-los, preciso sentir o carinhos que vocês têm por mim e pelo meu trabalho.”

A seguir ele citou algumas frases famosas de seu personagem e brincou com alguns fãs (áudio a seguir), para desespero dos paramédicos e a assessoria que estava ao seu lado. “Obrigado gente …”

Só conseguimos fazer o registro em áudio, pois nosso celular é meio “menos para fotos”, ainda mais no “escurinho do cinema”.

 

Confira o áudio.

O que nos faz refletir.

Durante todos esses anos nós nunca vimos um grupo de fãs tão entusiasmados com uma franquia como acontece com CDZ. É claro que existem algumas “viúvas” e alguns “haters” mimizeiros na internet, mas nada se compara a paixão dos fãs dessa saga.

Desculpem turma, mas eu NUNCA fui a uma sessão de cinema com fãs de Guerra nas Estrelas, Star Trek, Senhor dos Anéis, Harry Potter (que não fosse organizado por alguns fã clubes) que eu percebesse tamanha alegria e paixão.

A galera cantou a música tema, trocou figurinhas (como citei no começo do artigo), brincou, usou camisetas e aplaudiu, homenageou e principalmente SE DIVERTIU.

E vale acrescentar que do nosso lado haviam alguns garotos com aproximadamente entre uns 10 a 12 anos que estavam dando pulos de alegria depois de assistirem aos episódios. “Nossa é muito mais legal que Dragon Ball Z, vou assistir”. “Eu que sou o Seiya, você é o Kiki”. “Não eu que sou o Seiya”. Tem algo melhor do que ver novas gerações querendo ser seus heróis e seguirem os seus exemplos?

Ou “seje”, Cavaleiros do Zodíaco, mesmo depois de mais de 20 anos, alguns tropeços aqui e ali AINDA encantam a veteranos e conquistam novos fãs. E que venham mais duas décadas de Pegasúúúúúúúúúú.

Assim que tivermos mais informações do lançamento publicaremos aqui.

E obrigado Baroli pelo carinho pelos fãs e profissionalismo infinito.

Gilberto Baroli, desejamos a você uma excelente recuperação.

Vamos falar mais sobre o Superman

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *