Posts Relacionados

Homenagem será dia 8 de dezembro no Teatro Oficina

O cantor e compositor Celso Sim acaba de lançar um álbum revisitando a obra do sambista baiano Batatinha. “O Amor Entrou Como Um Raio”, traz 11 canções de Batatinha com uma formação musical contemporânea e arranjos tropicalistas que penetram, tangenciam e contornam o gênero samba com Webster Santos (violão, cavaquinho, guitarra e bandolim), Filipi Massumi (cello) e Maurício Badé (percussão). Esse mesmo trio acompanhará Celso Sim no show de lançamento, dia 8 de dezembro (sexta), no Teatro Oficina.

Celso Sim vai apresentar todo o repertório do álbum, incluindo “Diplomacia”, “Conselheiro” “Imitação” e “Direito de Sambar”, além de outras músicas como “Terra Estrangeira” (Zé Miguel Wisnik) e “Tenho Dó das Estrelas” (Zé Miguel Wisnik sobre poema de Fernando Pessoa). Antes e depois do show haverá música para dançar e bar na pista.

Depois do elogiado “Tremor Essencial” (2014) e do premiado “Elza Soares, A mulher do fim do mundo” (2015), do qual é diretor artístico, compositor e cantor, Celso Sim se dedicou à obra desse importante artista brasileiro. “Considerado um sambista tão bom como Cartola e Nelson Cavaquinho por Paulinho da Viola, Batatinha nunca foi popular como eles. Justamente por isso, por sua obra ainda não ter a dimensão de Caymmi, Cartola ou Tom Jobim, ela nos oferece um mundo musical único e fresco, como se lembrássemos de músicas de um tempo sem tempo e que habitam a nossa memória sonora nas vozes de grandes cantoras e cantores, principalmente na voz de Maria Bethânia” – comenta ele.

“O Amor Entrou Como Um Raio” está disponível em todas as plataformas digitais e também em CD. Para ouvir, clique aqui.

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *