Posts Relacionados

O HISTORY estreia uma superprodução de ficção com conteúdo histórico sobre a épica batalha dos templários pelo Santo Graal

O HISTORY reconstruiu cenários que replicam a Europa em 1307

 

 

ESTREIA: 22/2, quinta-feira, 22h40

 

 

No dia 22 de fevereiro, quinta-feira, o HISTORY estreia com exclusividade em toda a América Latina a aclamada série dramática Knightfall: A Guerra do Santo Graal. Produzida pelo A+E Studios, em parceria com The Combine de Jeremy Renner, Island Pictures e Midnight Radio, a primeira temporada da série, com dez episódios, transporta a audiência para a Idade Média e ao interior do regime da época e do conflito armado enfrentado pelos Cavaleiros Templários, a poderosa, rica e misteriosa ordem militar responsável pela proteção das relíquias mais preciosas do Cristianismo, como o Santo Graal e segredos valiosos que poderiam destruir a própria Igreja.

 

Gravada na República Tcheca e Croácia, a nova série dramática do HISTORY entra profundamente no íntimo do mundo clandestino da lendária irmandade desses monges guerreiros. Das batalhas na Terra Santa, os conflitos com o rei da França e a traição que finalmente os levaria a sua trágica dissolução numa sexta-feira 13 de 1307 (data que até hoje é sinônimo de má sorte), Knightfall levará às telas de toda a América Latina a história dos Cavaleiros Templários, para contá-la como nunca feito antes, revelando quem eram esses cavaleiros, como viviam e as crenças pelas quais estavam dispostos a sacrificar suas vidas.

 

Knightfall é um drama com conteúdo histórico em que a história e o drama são igualmente considerados”, destaca Dan Jones, historiador e escritor, que atuou como consultor para a série. E acrescenta: “É uma história sobre o que considero ser a parte mais interessante sobre os templários: a queda da ordem e como foi derrubada por um ataque dirigido pela campanha e liderado pelo rei Felipe da França. O drama histórico hoje em dia está muito focado nas histórias originais, mas Knightfall conta a história dos templários no seu final. A série acompanha as vidas e experiências de um grupo de templários em Paris, que sonham em voltar a seus papéis anteriores. No primeiro episódio, descobrimos que o Santo Graal (um artefato mitológico estreitamente relacionado com os templários ao longo da história) desaparece; isto inicia a ação dos nove episódios seguintes. É uma história muito humana, com muitos personagens projetando suas próprias esperanças e temores ao encontrar o Graal”.

 

Knightfall: A Guerra do Santo Graal começa depois da queda da cidade de Acre, a última fortaleza dos Templários na Terra Santa, onde está perdido o Santo Graal. Anos antes, foi descoberta uma chave que sugeria o paradeiro do Graal, levando um grupo de homens membros da Ordem, guiados por um nobre, valente e teimoso Cavaleiro Templário, Landry (Tom Cullen, de Downton Abbey, Gunpowder), a uma missão de vida ou morte, para encontrar o cálice de Cristo perdido.

 

Além de Cullen, a série tem a participação de um extraordinário elenco, que inclui Pádraic Delaney (Ventos da Liberdade, The Tudors), interpretando Gawain, que foi o melhor espadachim dos Templários e ficou alijado em Acre; e Simon Merrells (Spartacus, Dominium), interpretando Tancrede, um cavaleiro firme, valente e decidido, que venera seus votos Templários acima de tudo.

 

Knightfall inclui personagens históricos da Europa medieval, representados por um elenco de primeiro nível, como Jim Carter (Downton Abbey), interpretando o Papa Bonifácio VIII, o sagrado líder dos Cavaleiros Templários e uma força estabilizadora e incorruptível em um mundo medieval caótico; Olivia Ross (Guerra e Paz), que interpreta a rainha Joana de Navarra, esposa do rei Felipe IV da França, uma rainha muito poderosa, mãe devota, diplomata formidável e hábil em estratégia. Ed Stoppard (The Crown) faz o papel do rei Felipe IV da França, o monarca mais poderoso da Europa e que busca consolidar seu poder com a ajuda do seu maquiavélico braço direito e pragmático advogado, Guillermo de Nogaret, interpretado por Julian Ovenden (Downton Abbey); e Sabrina Barlett (Os Demônios de Da Vinci), como a princesa Isabel, a filha da rainha Joana e do rei Felipe IV, que dominará o reino da Inglaterra e será chamada de a “Loba da França”.

 

Knightfall também é protagonizada por Bobby Schorfield (Mar Negro, Nossa Guerra Mundial), no papel de Parsifal, um jovem camponês que quer fazer parte da Ordem dos Templários; e Sarah-Sofie Boussnina (A Ponte, Departamento Q: O Ausente), como Adelina, uma refugiada judia vinda da Terra Santa, que acaba sendo vítima de novas perseguições em Paris.

 

Knightfall se junta à lista de roteiros originais do HISTORY, que inclui Vikings, a série de sucesso que foi renovada para uma sexta temporada de 20 episódios; o drama da elite militar SIX – Esquadrão Antiterrorista, cuja segunda temporada está em produção; Blue Book, série anunciada recentemente, com produção executiva de Robert Zemeckis, vencedor do Oscar® e do Golden Globe®; e The Breach: Inside the Impeachment of Bill Clinton, do produtor R.J. Cutler, ganhador dos Emmy® Awards.

 

Knighfall é uma produção de A+E Studios em associação com The Combine, Island Picture e Midnight Radio. Don Handfield (O Recomeço, The Founder, O Mensageiro) e Richard Rayner (Absolutamente Los Angeles) são os criadores e produtores executivos para a The Combine, junto a Jeremy Renner, também produtor executivo (Trapaça, Guerra ao Terror) – indicado a um prêmio Oscar® e ao Golden Globe®. Dominic Minghella da Island Pictures (Doc Martin, Robin Hood) participa como produtor executivo e showrunner. Por sua parte, os produtores executivos para Midnight Radio são Jeff Pinker (Lost, Fringe), Andre Nemec (Alias, Missão Impossível: Protocolo Fantasma) e Scott Rosemberg (Jumanji: Bem-vindos à Selva, Brincando de Seduzir). Barry Jossen e Douglas Mackinnon participam como produtores executivos. Arturo Interian é o executivo encarregado da produção por parte do HISTORY. A+E Networks tem os direitos mundiais de distribuição de Knightfall.

 

SINOPSE DO EPISÓDIOà

 

Episode 101 – “You’d Know What to Do”

Após o Cerco de Acre, acompanhamos a Ordem dos Cavaleiros Templários em Paris, onde Landry, um veterano da Guerra Santa, teme que a Ordem tenha perdido suas rédeas. Quando o sangue de um irmão é derramado, Landry e os Templários são forçados a utilizar as suas espadas novamente.

 

Episode 102 – “Find Us the Grail”

Landry e Parsifal procuram um assassino. A chegada inesperada do Papa Bonifácio em Paris ameça os planos cuidadosamente elaborados de De Nogaret.

 

 

 

Episode 103 – “The Black Wolf and the White Wolf” 

Sob ordens do Papa, Landry e Tancrede viajam para investigar o paradeiro do Cálice Sagrado.  Enquanto isso, a trama por trás do casamento real se torna mortal.

 

Episode 104 – “He Who Discovers His Own Self, Discovers God”

Um pagão ajuda Landry a encontrar seu passado. Gawain conduz uma investigação de assassinato. Princesa Isabella é traída.

 

Episode 105 – “Hard Blows Will Banish the Sin”

Há muita tensão durante os preparativos para o casamento de Isabella.  Temendo um ataque, o Rei Filipe pede ajuda a Landry e aos Cavaleiros Templários para proteger o palácio.

 

Episode 106 – “The Pilgrimage of Chains” 

Landry é sequestrado e torturado por um grupo misterioso. Um Cavaleiro é expulso da Ordem dos Templários. De Nogaret constrói um exército. Princesa Isabella descobre quem a traiu.

 

Episode 107 – “And Certainly Not the Cripple”

Landry e Gawain encontram uma mulher misteriosa que diz que pode levá-los ao Cálice Sagrado. Joana é informada sobre um ataque em Navarra. De Nogaret planeja uma maneira de melhorar sua posição junto ao Rei Filipe.

 

Episode 108 – “IV” 

O Templo dos Cavaleiros Templários de Paris está sob cerco. De Nogaret planta dúvidas na mente do Rei Filipe. A Rainha Joana precisa decidir o que é melhor para Navarra.

 

Episode 109 – “Fiat!” 

Landry procura ajuda de Jacques de Molay, o grão-mestre. A Rainha Joana planeja sua fuga.

 

Episode 110 – “Do You See The Blue?” 

Em um número muito maior que seus rivais, os Templários lutam por suas vidas contra os Cavaleiros Vermelhos.

 

DESCRIÇÃO DOS CARACTERES à

 

Landry (Tom Cullen) – Landry é o Cavaleiro Templário nobre, corajoso e obstinado que serve como força motriz para que os Templários recuperem a relíquia mais preciosa do cristianismo: o Santo Graal. Quando criança, Landry foi abandonado nas escadarias de um orfanato e criado por freiras, até conhecer Godfrey e fugir com ele para ser seu escudeiro. Como seu tutor, Godfrey o treinou para que ele se tornasse um respeitado e habilidoso monge guerreiro. Mas a fé em Deus e em si mesmo de Landry é profundamente abalada pelo fracasso da última Cruzada. Após anos lamentando a perda do Graal, a esperança de Landry renasce, inspirando-o a guiar seus companheiros Templários em uma jornada de mistério, fé e derramamento de sangue.

 

Gawain (Pádraic Delaney) – Gawain é o melhor espadachim da Ordem dos Templários, debilitado por um ferimento sofrido durante o Cerco de Acre. Incapaz de participar de batalhas, ele luta para manter sua lealdade aos Templários ao mesmo tempo em que tem que lidar com suas limitações físicas.

 

Tancrede (Simon Merrells) – Diferentemente dos outros Templários, Tancrede já foi casado, mas desistiu do matrimônio para se juntar à Ordem. Como o resoluto, bravo e determinado cavaleiro que é, Tancrede considera a si mesmo como o aparente herdeiro de Godfrey, o Mestre e Comandante do Templo de Paris.  Durante a busca pela mais preciosa relíquia do cristianismo, Tancrede passa a entender o significado da recuperação do Graal.

 

Godfrey (Sam Hazeldine) – Como Mestre dos Templários, Godfrey é seu maior guerreiro, um homem de grande fé e sabedoria que oculta grandes segredos que envolvem o Santo Graal. Sua prioridade número um é proteger o Graal a qualquer custo.  Apesar de todos os Templários respeitarem Godfrey, a afeição de Landry por ele ultrapassa a admiração de um pupilo para um mestre, se assemelhando mais a uma relação entre pai e filho.

 

Parsifal (Bobby Schofield) – Parsifal é um jovem fazendeiro camponês honesto e decente. Impetuoso e corajoso a ponto de ser imprudente, Parsifal fará sempre a coisa certa, mesmo defronte de grande perigo.

Rainha Joan of Navarre  – Joana de Navarra (Olivia Ross) – Rainha da França e Rainha Regente de Navarra, Joana é a mulher do Rei Felipe e uma poderosa monarca por méritos próprios. Ela é uma mãe dedicada, formidável diplomata e estrategista precisa.

 

King Philip IV of France  – Rei Felipe IV da França (Ed Stoppard) – Felipe, o Rei da França conhecido por sua beleza (por isso é chamado de “O Belo”), tem que lutar como monarca e marido. Ele busca controlar sua família ao mesmo tempo em que tem que lidar com as manobras políticas inevitáveis para governar seu reino. Felipe sonha em ser um grande monarca para transformar a França na maior potência da Europa.

 

Princesa Isabella (Sabrina Bartlett) – Filha da Rainha Joana e do Rei Felipe, Isabella é uma bela, energética e consciente moça cuja juventude dissimula a capacidade de fazer o que for preciso para conseguir o que ela quer.

 

William De Nogaret (Julian Ovenden) – De Nogaret é o pragmático braço direito e advogado do Rei. Ele é um ateu desavergonhado e um maquiavélico               à frente de seu tempo – motivado pela paixão de destruir o poder da religião organizada. Seus pais foram queimados na fogueira como hereges e o frio e imensamente calculista De Nogaret é mais assombrado por seu passado do que aparenta.

 

Pope Boniface VIII – Papa Bonífácio VIII (Jim Carter) – Bonifácio é uma força estabilizadora e incorruptível no caótico mundo medieval. Os Cavaleiros Templários o estimam como seu líder sagrado, e estão prontos para executar suas ordens sem hesitar.

 

ELENCO DE KNIGHTFALL à

Tom Cullen “Landry”

O premiado ator Tom Cullen nasceu em Aberystwyth, no País de Gales, e interrompeu seus estudos na Royal Welsh College of Music and Drama para estrear no cinema em “Daddy’s Girl” e “Watch Me”, que venceram o BAFTA Cymru Award nas categorias de Melhor Filme e Melhor Curta, respectivamente. Em 2011, ele foi apontado como uma das “Estrelas do Amanhã” na lista da Screen International. No mesmo ano, ele também estrelou em “Weekend”, pelo qual recebeu inúmeros prêmios, incluindo o de Novato Mais Promissor no British Independent Film Awards (BIFA’s). Recentemente, Tom estrelou nos filmes ‘Hundred Streets’, com Idris Elba e Gemma Arterton, “The Other Half”, com Tatiana Maslany, e “Mine”, com Armie Hammer. Ele também pode ser visto interpretando Guy Fawkes, junto a Kit Harington, na série “Gunpowder”, da BBC One. Além disso, ele também atuou em “The Last Days on Mars”, com Liev Schreiber, Elias Koteas e Romola Garai, e “Desert Dancer”, com Freida Pinto. Na televisão, seus créditos incluem  “The Five”, “The Trials of Jimmy Rose”, com Ray Winstone, “Black Mirror” e “World Without End”.  Cullen também interpretou o Visconde Gillingham em “Downtown Abbey”.  

 

Pádraic Delaney “Gawain”

Tendo estudado artes dramáticas no Trinity College, em Dublin, Pádraic Delaney tem se destacado no cinema, televisão e teatro. Entre seus trabalhos principais estão The Wind That Shakes the Barley, de Ken Loach, The Man Who Knew Infinity, de Matt Brown, “The Tudors”, da Showtime e as produções da Broadway e do West End de “The Cripple of Inishmaan”, de Martin McDonagh.

Por sua atuação como Teddy em The Wind That Shakes the Barley, Delaney recebeu o prêmio Irish Shooting Star Award no Festival Internacional de Berlim, e duas indicações ao Irish Film and Television Award (Melhor Ator Coadjuvante e Revelação).

Recentemente, Delaney estrelou com Dev Patel e Jeremy Irons em The Man Who Knew Infinity, de Matt Brown. Entre seus créditos cinematográficos, também estão What Richard Did, de Lenny Abrahamson, a comédia Perrier’s Bounty, dirigida por Ian Fitzgibbon (com Murphy e Liam Cunningham, de Barley), Blackthorn, de Matteo Gil (com Sam Shepard e Nikolaj Coster-Waldau), e Dark Touch, de Marina de Van. Delaney também estrelará com Bruno Ganz em The Witness, de Mitko Panov, um drama de ação sobre um jovem oficial entusiasmado que busca justiça no Tribunal Internacional de Crimes de Guerra, em Haia, na Holanda.

Na televisão, Delaney estrelou em “The Tudors”, do Showtime, como George Boleyn, junto com Natalie Dormer como sua irmã Ana (Bolena) e Jonathan Rhys Meyers, como o Rei Henrique VIII.  Ainda na TV, ele fará o personagem-título em “Martin Luther:  The Idea That Changed the World” (PBS), além de atuar no telefilme da BBC “When Harvey Met Bob”, com Domhnall Gleeson como Bob Geldof, em “Raw”, da RTE, “Legend” e “Single Handed”, da ITV.

Delaney estrelou nas produções da Broadway e West End da comédia sombria “The Cripple of Inishmaan”, de Martin McDonagh, contracenando com Daniel Radcliffe. Outras aparições dele no teatro incluem o papel de Father Flynn na peça “Doubt: A Parable at the Tricycle Theatre”, de John Patrick Shanley e de Hamlet em “Hamlet for Cork Opera House”. Além disso, atuou em “A Midsummer Night’s Dream”, no West End, “The Yalta Game”, pela companhia Gate Theatre, e “The Hollow in the Sand” para a Blue Raincoat.

 

Simon Merrells “Tancrede”

Simon Merrells começou sua carreira no teatro, atuando em trabalhos do The Royal National Theatre e The Royal Shakespeare Company, incluindo “Oedipus”, de Steven Berkoff, e fazendo o papel do boxeador decadente Terry Malloy em “On the Waterfront”. Mais tarde, trabalhou em filmes como The Wolfman, com Benicio del Toro, Index Zero, Take Down, I Am the Doorway, de Stephen King, e recentemente interpretou Lorenzo De Medici em Firenze and the Uffizi Gallery, para a Sky Arts 3D. Seus outros papéis na TV incluem participações em “12 MONKEYS”, da Syfy, “Legends of Tomorrow”, da DC, e “The Musketeers”, da BBC,  além de ter papéis recorrentes em  “Dominion”, da Syfy, “Tomorrow People” , do CW  e, mais destacadamente, interpretou Marcus Crassus em “Spartacus”, da Starz.

 

Ed Stoppard “Rei Felipe IV da França”

O ator britânico Ed Stoppard tem uma carreira de sucesso que se expande pelo cinema, televisão e teatro. Na TV, além de “Knightfall”, Ed pode ser visto interpretando Tony Longdon em “The Crown”, Sir Daniel Harvey nas duas primeiras temporadas de “The Frankenstein Chronicles,” Sebastianus, em “Empire”, da ABC, e William the Conqueror em “1066”, entre inúmeros outros papéis de destaque em seriados.

Além disso, Stoppard tem um vasto currículo no cinema e teatro, incluindo: Genesis, Youth, Nanny McPhee Returns, Cryptic, Blackwood, Papadopoulos & Sons, The Pianist, “The Leisure Society,” “Arcadia,” “The Glass Menagerie,” “Hamlet” e “Wit”, apenas para citar alguns trabalhos.

 

Bobby Schofield “Parsifal”

Bobby Schofield começou a chamar a atenção ao interpretar Tobin, o jovem protagonista do thriller aclamado pela crítica Black Sea, de Kevin Macdonald, ao lado de Jude Law e Ben Mendelsohn, em 2014.

Desde então, ele vem construindo uma carreira diversificada, com aparições importantes na TV, como em “Our World War”, da BBC, “Harley and the Davidsons, da Discovery, e “The Watchman”, do  Channel 4.  Ele também trabalhou no teatro em peças de destaque, como a turnê britânica de “The Full Monty” e “Terriers”, no prestigioso Royal Court, em Liverpool.

Além de interpretar o jovem fazendeiro camponês “Parsifal” em “Knightfall”, do HISTORY, Schofield poderá ser visto em The Catcher Was a Spy, dirigido por Ben Lewin, e junto a Sienna Miller, Guy Pearce e Jeff Daniels, bem como em The Last Ferry, com Stephen Graham.

 

Olivia Ross “Rainha Joana de Navarra”

Olivia Ross frequentou a The Guildhall School of Music & Drama, um dos conservatórios e escolas dramáticas mais conceituados do mundo.  Em 2015, Ross foi apontada pela revista Vogue como uma das “Atrizes para Ficar de Olho”.  Recentemente, Ross completou as filmagens do longa-metragem Chubby Funny, com Anna Maxwell-Martin e interpretou Mademoiselle Bouriennen no drama épico de Harvey Weinstein “War and Peace” para a BBC1. Anteriormente, ela protagonizou o filme Blowing Louder than the Wind, com Corinne Masiero, além de estrelar no sucesso de crítica Father of My Children, que recebeu o Prêmio Especial do Júri do Festival de Cannes.  Atualmente ela pode ser vista no filme Personal Shopper.

Sabrina Bartlett “Princesa Isabella”

A atriz britânica Sabrina Barlett segue uma carreira de sucesso. Além de interpretar a Princesa Isabella em “Knightfall”, Bartlett também trabalhou no piloto da HBO “Virtuoso”, de Alan Ball, “Game Of Thrones”, “Poldark”, “The Passing Bells” e “Da Vinci’s Demons”. No teatro, interpretou Nina em “The Seagull”, de Matthew Dunster, no Regent’s Park Open Air Theatre, e Roxane em “Cyrano De Bergerac”, no Southwark Playhouse, ao lado de Kathryn Hunter.

 

 

 

Julian Ovenden “William De Nogaret”

O artista britânico Julian Ovenden é um ator e músico de talento, com atuações memoráveis em projetos mundialmente aclamados de televisão e cinema. Ele estrelou em produções da Broadway e do West End, em séries prestigiadas de televisão nos dois lados do Atlântico, além de seguir uma carreira musical atuando tanto no estúdio quanto em apresentações ao vivo.

Sua educação musical começou quando fez parte do coro da St. Paul’s Cathedral, em Londres, e mais tarde como aluno de música tanto no Eton College como no New College, em Oxford. Enquanto estudava para se tornar cantor de ópera, Ovenden foi naturalmente atraído para o teatro musical, continuando seus estudos acadêmicos como ator na The Webber Douglas Academy of Performing Arts.

Ovenden aparecerá como Bobby Kennedy na segunda temporada de “The Crown”, série da Netflix indicada nove vezes aos prêmios Emmy. Vencedora de dois prêmios Golden Globe, a história aclamada pela crítica aborda as rivalidades políticas e romances durante o reinado da Rainha Elizabeth II,  bem como os eventos que moldaram a segunda metade do Século XX.

Como cantor solo, Ovenden atuou ao lado de algumas das principais orquestras do mundo, como The New York Philharmonic, The New York Pops, The Northern Sinfonia, The Liverpool Philharmonic, The RPO, The LPO, The Belfast Symphony Orchestra, The John Wilson Orchestra, The BBC Symphony, The Royal Concertgebouw, e The BBC Concert Orchestra. Ele fez sucesso especialmente no The Proms, no Royal Albert Hall, em Londres, evento no qual participa de forma recorrente. Ovenden fez sua estreia no Carnegie Hall em 2014 e fez muito sucesso em um show adicional em 2016.

No palco do teatro Booth, em 2006, Ovenden fez sua estreia na Broadway, em “Butley”, interpretando Joseph Keyston junto a Nathan Lane. Em 2011, Ovenden estrelou como Death em “Death Takes a Holiday” da The Roundabout Theatre Company e atuou como J.M. Barrie em “Finding Neverland”, da The Weinstein Company. Em 2015, Ovenden subiu no palco como Gaylord em “Show Boat”, no Lincoln Center. Outros papéis de destaque no teatro incluem o premiado “Merrily We Roll Along” (2000), “A Woman of No Importance”, de Adrian Noble (2003), “Grand Hotel” (2004), “Marguerite” (2008), “Annie Get your Gun” (2009),  “Sunday in the Park with George” (2013), e “My Night with Reg” (2014).

Ovenden apareceu pela primeira vez na televisão como Andrew Foyle com Michael Kitchen por cinco temporadas na adorada série “Foyle’s War”. Ele também interpretou Charles Blake em duas temporadas do fenômeno mundial “Downton Abbey”. Nos EUA, Ovenden é mais conhecido pelo papel de Jeremy Lambert na terceira e quarta temporada da série dramática “Person of Interest”, da CBS.

Na televisão, interpretou ainda Val Dartie em “The Forsyte Saga,” Ernest Hemingway em “Any Human Heart,” Dr. David Cheriton em “The Royal,” o elogidado Captain Von Trapp na recente versão ao vivo de “The Sound of Music Live”, da ITV, com Kara Tointon, “Cashmere Mafia”, “Related”, e “SMASH”.

 

Jim Carter “Papa Bonifácio VIII”

Jim Carter começou sua carreira em teatros de repertório antes de se juntar ao Royal National Theatre, aparecendo na produção premiada de “Guys And Dolls”, de Sir Richard Eyre, “Passion Plays”, de Bill Bryden, e “Orestia”, de Sir Peter Hall. Depois, trabalhou com outras companhias em peças como “The Wizard Of Oz”, para a Royal Shakespeare Company.

Jim é um rosto conhecido na televisão britânica, atuando tanto em séries dramáticas como em produções especiais.  Entre seus trabalhos de destaque estão “The Singing Detective”, de Jon Amiel,  “A Very British Coup”, de Mick Jackson, “Stalin”, com Robert Duvall, “A Dangerous Man”, com  Ralph Fiennes, “Dinotopia”, para a Hallmark, “Jack and the Beanstalk”, para a  Jim Henson Company, e os premiados “The Way We Live Now” e “The Cranford Chronicles”, para a BBC. Provavelmente Jim é mais conhecido como o mordomo Carson na popular e multipremiada série “Downton Abbey”, pela qual recebeu quatro indicações individuais ao EMMY.

Jim também tem um vasto currículo no cinema, indcuindo clássicos modernos como Top Secret, A Private Function, com Maggie Smith, Haunted Honeymoon, de Gene Wilder,  The Witches, de Nic Roeg e The Rainbow, de Ken Russell. Além desses, atuou em Black Beauty, The Madness Of King George, Richard III, Brassed Off, Shakespeare In Love, de John Madden, Ella Enchanted, da Miramax, 102 Dalmatians, Bright Young Things, Casablanca Driver, Bridget Jones: The Edge Of Reason, The Oxford Murders, The Golden Compass, Red Riding 1983, Red Riding 1980, Creation, My Week With Marilyn e, mais recentemente em Transformers, de Michael Bay. Jim também acabou de completar as filmagens de Swimming with Men, para Oliver Parker.

 

SOBRE DOMINIC MINGHELLAà

Dominic Minghella tem uma reputação excepcional como criador, produtor e roteirista de dramas de sucesso internacional. Após começar sua carreira como roteirista de Hamish Macbeth, estrelada por Robert Carlyle, ele criou duas séries de sucesso.

Dominic criou e escreveu Doc Martin, estrelada por Martin Clunes para a ITV/Buffalo Pictures.  Em sua primeira temporada, Doc Martin teve uma audiência média de 8.8 milhões de espectadores e impressionantes 40% de share de audiência.  A obra conquistou o prêmio de Melhor Comédia Dramática no Comedy Awards e o médico mal-humorado continua a ser uma estrela da programação da ITV e em todo o mundo. Doc Martin, no ar desde 2003 no Reino Unido, também ganhou remakes na Alemanha, Espanha e França.

Dominic também criou e escreveu a série Robin Hood para a BBC/Tiger Aspect, estrelada por Jonas Armstrong, Richard Armitage, Keith Allen, Lucy Griffiths, Joe Armstrong, Sam Troughton, Harry Lloyd e Anjali Jay.  Além disso, ele foi produtor executivo e showrunner das temporadas 1 e 2 (26 episódios).  Para a sua distribuidora, a BBC WorldWide, Robin Hood foi o drama mais vendido no mundo.

Junto com Sarah Beardsall, Dominic foi o produtor da adaptação de Scape Goat (2012), para a Island Pictures. Baseado em um romance de Daphne du Maurier, o filme foi escrito e dirigido por Charles Sturridge.

Dominic é membro do Writers’ Guild of Great Britain (WGGB) e do Writers’ Guild of America (WGAE).  Ele atuou no Conselho Executivo do Writers’ Guild e do Film Committee.  Ele é membro do BAFTA e do British Comedy Academy.  Participou de vários júris de festivais de cinema e TV.  Já foi mentor de roteiristas tanto em seu país natal como fora dele. Palestrou quando deveria ouvir e ouviu quando deveria ter falado. É membro de qualquer clube que o aceite, inclusive o do Groucho.  É um patrono do Starr Trust e um orgulhoso apoiador do Minghella Film Festival, da Ilha de Wight.  Por último, mas não menos importante, ele é torcedor do Portsmouth Football Club e membro orgulhoso da associação de torcedores do time.

 

SOBRE DON HANDFIELD à

Don Handfield é um cineasta, roteirista, produtor e romancista aclamado pela crítica.

Junto com o romancista Richard Rayner, Handfield criou KNIGHTFALL, um drama televisivo sobre a queda dos Cavaleiros Templários, para o History Channel. A série está atualmente sendo produzida em Praga para uma primeira temporada com 10 episódios, programados para ir ao ar em 2017.  Handfield & Rayner recentemente venderam o roteiro do filme CRASH UNIT para Todd Garner/Covert , que será estrelado por Sylvester Stallone. Além disso, eles criaram uma série original de quadrinhos chamada THE RIFT, publicada pela editora Red 5 Comics em janeiro de 2017.

Como produtor, Handfield adquiriu os direitos da história de vida de um dos fundadores do McDonald’s para realizar o filme THE FOUNDER, estrelado por Michael Keaton (BIRDMAN, BEETLEJUICE) e dirigido por John Lee Hancock (THE ROOKIE, THE BLIND SIDE), que será lançado em janeiro de 2017 pela Weinstein Company. O filme conta como um decadente vendedor de máquinas de milkshake chamado Ray Kroc conheceu os irmãos McDonalds, e como o relacionamento conturbado entre eles gerou um império do fast food.

Junto com Jeremy Renner, que foi indicado duas vezes ao Oscar, ele fundou a The Combine, uma companhia de produção criada para desenvolver e produzir conteúdo de alta qualidade para a televisão baseado em personagens fortes. Desde sua criação, em 2013, a The Combine também produziu o thriller dramático baseado em fatos reais KILL THE MESSENGER, estrelado por Jeremy Renner e dirigido por Michael Cuesta, baseado em um roteiro de Peter Landesman (CONCUSSION), e THE THROWAWAYS, uma comédia lançada no  Crackle, estrelada por Sam Huntington, Kevin Dillon e James Caan. Handfield escreveu SLINGSHOT para a Paramount Pictures, que será estrelado por Jeremy Renner, e vendeu ou produziu filmes para a Warner Brothers, DreamWorks e Lionsgate, entre outros

Antes de fundar a the Combine, Handfield escreveu e dirigiu TOUCHBACK, estrelado por Kurt Russell e Christine Lahti. O filme foi premiado com um Saturn Award. Handfield também escreveu o romance no qual o filme foi baseado, que virou best-seller na Amazon e foi aclamado pela crítica em diversas publicações, incluindo uma resenha muito elogiosa na Publisher’s Weekly.  Seu curta-metragem MY NAME IS…, estrelado por French Stewart (3rd ROCK FROM THE SUN) foi premiado em diversos festivais de curtas, inclusive conquistando o prêmio principal no Atlanta Film Festival, o que qualificou a obra a concorrer a uma indicação ao Oscar. No mesmo ano ele participou do programa Directing Fellow da da Film Independent, voltado para o desenvolvimento de cineastas independentes, e foi apontado pela revista Filmmaker Magazine como uma das “25 Novas Caras do Cinema Independente”. Handfield dirigiu várias campanhas comerciais premiadas quando comandava a Fog Pilot, uma produtora de comerciais que fundou com o diretor de fotografia Lawrence Sher (SE BEBER, NÃO CASE!, EU, MEU IRMÃO E NOSSA NAMORADA). Antes disso, Handfield trabalhou como produtor na E! Entertainment Television e foi um dos profissionais escolhidos pela Comcast para lançar a G4 Network. Handfield começou sua carreira como ator (DEEP IMPACT, THE PROFILER) antes de ir para trás das câmeras.

Handfield foi criado em Indiana e na Virginia. Ele estudou cinema, teatro e jornalismo na The Ohio State University, onde se graduou em Jornalismo e Transmissão de TV e Teatro. Atualmente participa de um comitê de ex-alunos que atuam em Hollywood ajudando a relançar o Ohio State’s Moving Image Production Program for the College of Arts and Sciences (programa da universidade voltado ao incentivo de produção de audiovisual).

 

SOBRE RICHARD RAYNER à

Richard Rayner nasceu em Bradford, no norte da Inglaterra, e estudou filosofia e direito na University of Cambridge.

Ele já publicou dez livros, entre eles ‘Los Angeles Without a Map’, que foi adaptado ao cinema com o título Absolutamente Los Angeles, baseado no roteiro do próprio Rayner (estrelado por David Tennant, Julie Delpy e Johnny Depp); o autobiográfico ‘The Blue Suit’, sobre o pai de Rayner, que desapareceu e fingiu a própria morte quando o autor era criança; e o romance “O Arranha-Céu”, que foi traduzido para mais de 20 idiomas. Seu romance de não-ficção ‘A Bright & Guilty Place’, que conta a história de crimes reais que aconteceram em  Los Angeles no final dos  anos 1920 e início dos anos 1930,  foi um best-seller no New York Times e Washington Post  e teve os direitos adquiridos para o cinema por Christopher Nolan, diretor de ‘Batman’, ‘A Origem’, ‘Interestelar’, ‘Dunkirk’, etc.

Seus textos já foram publicados em veículos como New Yorker, The New York Times, The Los Angeles Times, Esquire, GQ, The Guardian, entre inúmeros outros. Antes de ‘Knightfall’,  ele vendeu pilotos para a Fox FX e Channel 4.

 

History é o líder incontestável e autoridade única em conteúdo histórico. History é a história transformada em entretenimento. History oferece séries de sucesso como: O Sócio, Trato Feito, e Loucos Por Carros, incluindo as mega produções Six – Esquadrão Antiterrorista, Knightfall e O Último Reino, junto com produções originais como a vencedora do Emmy Francisco, O Jesuíta, Gigantes do México e Gigantes do Brasil. O History alcança 63 milhões de lares. History é voltado principalmente para Homens 18-49.

BRASIL: @CanalHistory / www.seuhistory.com / www.facebook.com/canalhistory

Vamos falar mais sobre o Superman

Vamos falar mais sobre o Superman

Adicione seu comentário VIA FACEBOOK

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *